28 de janeiro de 2007

Uma Pessoa Realmente Estúpida

(oh pra elas tão fofinhas!)



"Quando as pessoas falam de mim, dizem 'Paris', só 'Paris', não 'Paris Hilton'. Ganhei a pulso o privilégio de ser conhecida unicamente pelo meu nome. E foi um trabalho muito duro." diz a Paris Hilton.

Ora bem, querida Paris, não estarás equivocada, não? Não sei, acho que isso do trabalho muito duro não é bem assim.. Já pensaste se não serás conhecida pelas dezenas de escandâlos que protagonizas? Desde o filme pornográfico "One Night In Paris", passando pela relação lésbica e boémia com essa leviana, a Britney Spears, pelo teu papel de miúda rica sem cérebro em "The Simple Life", acabando na música dos CSS onde és amorosamente adjectivada de 'bitch' é isto que te faz famosa. Ah, e por seres uma "gaja boa". E não me parece que nenhuma destas coisas seja um "trabalho muito duro" (tirando o filme, talvez...). De qualquer das maneiras, Paris Hilton, ah desculpa, Paris, és um ser que envergonha a nossa condição de mulheres. E acho que alguém devia ter a sensatez de te pôr cicuta no alcool todo que bebes.

"Na mesma noite, Paris teria ordenado para que Britney tirasse as calças. "Ela sabe que a cantora adora obedecer ordens, isso excita-a", completou." Oh Meu Deus!

p.s. - Senhores Agentes do FBI, isto é meramente folia.

7 comentários:

James disse...

Algo me diz que isto foi escrito quando uma má semente reinava, não é, querida romã polipolar?

James disse...

Coitada, ainda não deve ter percebido que o facto de não a tratarem por 'Hilton'..apenas Paris, pode muito bem ter a ver com o facto de ser uma vergonha para a família Hilton (se calhar os próprios pais pediram para retirar o apelido de família das notícias escandalosas protagonizadas pela querida princesinha...... ou seja, todas as notícias). Quem a trata pelo apelido? Quem a respeita? Se assim for, será Paris a vida toda, o amorzinho...

não assino az pa nao criar conflitos disse...

A paris hilton calça 45. Isso sim uma mulher. Ou não.

Jovem solitário que apreciava ser internado num lar disse...

"Falem bem ou falem mal, as pessoas falam, isso é fama"

Não estou seguro do autor, mas essa frase foi usada por Orson Welles numa entrevista.E eu concordo.
Poderiamos divagar se vender a imagem (e talvez o corpo, é uma boa forma de ganhar a vida, mas isso seria uma longa discussão, logo opto pelo sempre saudável: eu não faria mas....

O que não me parece discutivél, é que esta figura seja digna de algum interesse,o que me leva a questionar: Porquê fazer um post sobre ela?
Conhecemos tantas pessoas sem interesse, e não escrevêmos sobre elas, porquê escrever sobre alguém desinteressante que nem sequer conheces?(caso a conheças, peço desculpa por esta abordagem e agradeço que me envies o seu numero de telefone)"

De qualquer forma fica a ideia, porquê juntar ao "privilégio" de ser conhecida apenas pelo nome próprio, o privilégio de ser falada num blog onde supostamente predominará a inteligencia. (ler num tom amigável, e não num tom provocador ou crítico, porque não se trata disso)

Era só isto Romã, espero que não te importes com esta minha apreciação!

Anónimo disse...

e já agora, enganei-me no acento de discutível

Anónimo disse...

http://shareloading.net/flvplay.swf?file=http://img4.shareloading.com/share209069/6feb5c9db9f49cf89f53a6f9d6e8bf0b/paris%201.mov.flv&image=http://img4.shareloading.com/pre/6feb5c9db9f49cf89f53a6f9d6e8bf0b/paris%201.mov.jpg&autostart=false&showfsbutton=true&overstretch=true

Cate disse...

Apoiadíssimo. Ainda que o "falem mal, mas falem de mim" é bastante capaz de ser aplicável a esta personagem.